18 nov

“Os cientistas têm que ser curiosos, não devem ter medo de fazer perguntas estúpidas e nem de pensar absurdos.”

Bate-papo sobre Física

1002690_746433465431454_7786530780726307281_n

Colégio Puríssimo – Rio Claro, SP

O bate-papo ocorreu entre o coordenador do Ensino Médio, o prof de física Huemerson Maceti, e os alunos do 1º ano EFI.

No dia 14 de novembro, o coordenador do Ensino Médio do Colégio Puríssimo Coração de Maria, de Rio Claro/SP, o professor de física Huemerson Maceti, bateu um papo com a turma do 1º ano do EFI, da professora Simone, sobre física e ciências.

O professor, que possui graduação e mestrado em física aplicada, falou com as crianças sobre a importância de se desenvolver um “espírito científico”, de se investigar fenômenos e de pesquisar muito.  Ressaltou que a ciência requer muita responsabilidade e que não se pode desistir quando não se consegue algo nas primeiras tentativas.

Durante o bate-papo as crianças contaram suas histórias, fizeram perguntas e contaram do que gostam.

“Os cientistas têm que ser curiosos, não devem ter medo de fazer perguntas estúpidas e nem de pensar absurdos. Nesses aspectos, as crianças possuem o maior espírito científico de todos. É lindo ver os olhinhos brilhantes, a curiosidade estampada no olhar de cada um. A ciência é feita por crianças. Quando a gente fica “velho” a gente perde a capacidade de se admirar com acontecimentos fantásticos, como arco-íris, pôr do Sol ou a água congelando. Podemos nos tornar mais maduros, e isso é irreversível. Mas tornar-se velho de espírito é opção. Nunca percam essa coisa linda presente em cada um de vocês”, ressaltou o professor para as crianças.

Durante o bate-papo, os alunos ficaram "vidrados" nos experimentos mostrados por Huemerson. Entre os experimentos mostrados para as crianças, destacam-se o Motor Stirling – que funciona com o fluxo de calor de uma pequena xícara com água quente, as Lentes de Fresnel – feitas por finas lâminas de plástico, a Bola de Plasma – que solta raios, a Varinha Eletrostática (Van de Graaff) – que controlava pequenos objetos de papel alumínio e o Microfone Direcional com Antena Parabólica – onde brincaram de telefone sem fio.

“Temos em nossas escolas professores empolgados, em todas as áreas do conhecimento. Temos que aproveitar essa imensa força motriz para instigar a imaginação de nossas crianças. Se apenas um professor por área dispensar 1 hora para falar com as crianças, temos ao menos 1 bate papo mensal com esses pequenos seres, futuro de nossa escola e nação”.

Foi uma aula de gente grande!

http://www.purissimo.com.br/mn-hnhn-2/83-enfund1/620-bate-papo-sobre-fisica.html

 

gallery