Irmã Maria Aparecida Barboza celebra 25 anos de Vida Religiosa Consagrada

 
 
 

O Jubileu de Prata – 25 anos de Vida Religiosa Consagrada – da Irmã Maria Aparecida Barboza, Conselheira Geral do Setor Animação Missionária da Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria, foi celebrado com festa no sábado, dia 17 de agosto, em Porto Alegre (RS).

Familiares, Irmãs e amigas (os) participaram da Celebração Eucarística no Santuário São Rafael, que também recordou o domingo da Vida Religiosa Consagrada. A missa foi presidida por Dom Leomar Antônio Brustolin, bispo auxiliar de Porto Alegre, e concelebrada por padres do serviço da Iniciação à Vida Cristã na Arquidiocese de Porto Alegre.

“Rendemos graças a Deus porque há 25 anos ele olhou para você com amor. Ele te escolheu e te quis. Esse primeiro olhar amoroso nunca se esgota. Ele (Deus) é a razão desse dia, não só daquela celebração, mas desde o dia em que você saiu de casa para começar essa caminhada” disse Dom Leomar Brustolin que completou: “Hoje tudo é graça no altar do Senhor. Hoje ele renova a sua vocação”.

Emocionada e com a mão sobre Bíblia, Irmã Maria Aparecida renovou sua consagração como religiosa, seguindo o Carisma da Congregação e a missão da Igreja. Em nome da Congregação, Irmã Marlise Hendges, Diretora Geral, acolheu a renovação da consagração e desejou felicidade à Irmã em sua missão-vocação.

A Diretora Geral lembrou também da sempre disponibilidade da Irmã Maria Aparecida, de seu entusiasmo para a missão e leu as cartas escritas pela religiosa que revelam, desde o início da caminhada, o desejo de viver a radicalidade do Evangelho e também lembrou as Palavras do Papa Francisco sobre celebrar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e o futuro com esperança.

Irmã Maria Aparecida agradeceu à Congregação pela acolhida e incentivo em sua formação. Agradeceu a presença da família, onde sempre encontrou incentivo para sua vocação. Agradeceu a presença dos presbíteros e leigos que a ajudam em sua missão na Igreja e destacou ainda as palavras da Bem-Aventurada Bárbara Maix que tomou para si e para sua vida: “E, se a vossa boca se abrir, seja só pra glorificar a Deus e a Santa Igreja e para aquilo que ajuda a avivar a nossa fé” (14/09/1871).

Uma confraternização encerrou o dia celebrativo.

CAMINHADA RELIGIOSA

Irmã Maria Aparecida Barboza é natural de Goioerê, no Paraná. Desde sempre participou da vida da comunidade de fé. Em 1985 ingressou no aspirantado ICM em Iporã, Paraná. Prosseguiu com a caminhada vocacional no Postulado, em Canoas (RS), e o noviciado em Gravataí (RS). Professou os primeiros votos religiosos em janeiro de 1994, em Gravataí e os votos perpétuos em 15 de agosto de 1999, em São Paulo (SP).

Possui formação no curso de magistério, graduação em Teologia, pós-graduação em Pedagogia Catequética e Mestrado em Teologia Bíblica. Atualmente é doutoranda em Sagradas Escrituras.

Em seu itinerário, passou por comunidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Foi Conselheira da Ação Social e Pastoral da Província Dulcíssimo Menino Jesus (extinta). Em 2014, No Capítulo Geral Ordinário da Congregação, foi eleita Conselheira Geral da Animação Missionária. É membro do Grupo de Reflexão Bíblico-Catequética da CNBB e coordena a Comissão de Iniciação à Vida Cristã na Arquidiocese de Porto Alegre.

Deixe seu comentário