Congregação presente na Romaria da Juventude em Balsas, no Maranhão

 
 
 

A diocese Balsas (MA) recebeu nos dias 16 e 17 de agosto, a 8ª Romaria da Juventude do Maranhão. Nesta edição, o tema trabalhado foi “Juventude em marcha pela vida: chega de violência e extermínio de jovens!” e lema “O meu desejo é a vida do meu povo” (Est. 7.3b). A Romaria, que também contou com a presença de jovens do Piauí, Tocantins e Pará, é um dos principais eventos organizados pela Pastoral da Juventude (PJ) do Maranhão.

Inseridas na Diocese de Pinheiro-MA, nossa Congregação participou do evento. A Irmã Judite Mendes, junto com os jovens da cidade de Pinheiro, foi em caravana para o evento.

O bispo de Balsas, dom Enemésio Lázzaris, agradeceu a Deus pela presença de cada um e afirmou que “a diocese se sente feliz e honrada em ter acolhido os jovens”. Dom Enemésio deixou clara a necessidade de valorizar sempre mais a juventude das comunidades.

Ao falar da satisfação de estar em Balsas com os jovens de sua diocese, dom Armando Gutierres, da diocese de Bacabal, repetiu palavras usadas pelo papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude. “Participar da Romaria é estar no Rosto Jovem da Igreja, unida na fé em Cristo e na luta contra todo tipo de violência e extermínio, chagas que ferem gravemente a sociedade e a juventude”, disse. Dom Armando ressaltou, ainda, que este é um momento de retomar com entusiasmo a caminhada da Jornada Mundial da Juventude. “Que todas as dioceses do regional possam assumir juntos o compromisso de lutar contra o extermínio e a violência a fim de levar a boa nova a todos os jovens”, acrescentou.

Os jovens indígenas Tayza Lopes e Kleber Guajajara foram presenças de destaque na Romaria. Eles reivindicaram e clamaram por espaço entre os jovens brancos, para que juntos possam lutar pela igualdade de direitos, por uma vida digna, com saúde e  educação. Lopes e Guajajara pediram  terra para plantar e dela tirarem seu próprio sustento.

As Romarias da Juventude do Maranhão vêm sendo organizadas desde 1992 pela Pastoral da Juventude do regional Nordeste 5 da CNBB e têm sua história marcada pelo protagonismo juvenil da Igreja local.

Com Informações da CNBB

 

Deixe seu comentário