Dia 3: Navegando a caminho do Sínodo Amazônico

 
 
 

Estação “Minha força vem de saber que meu povo tem sofrido muito. Quero segurar um futuro melhor, um rio saudável, poder nos alimentarmos. Minha força está em lutar por aqueles que estão por vir”.

“Jesus cai pela terceira vez”

40 DIAS PELO RIO:
NAVEGANDO JUNTOS A BOA NOVA DE DEUS A CAMINHO DO SINODO AMAZÔNICO

PETIÇÃO PERMANENTE PARA O SÍNODO AMAZÔNICO NO INÍCIO DE CADA DIA:

“Que o Deus da vida e da beleza, o Espírito Santo que nos impulsiona para mais fraternidade, unidade e dignidade, o Cristo encarnado da Boa Nova, da enculturação e da interculturalidade nos proporcionem serenidade, discernimento e coragem para encontrar novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral neste Sínodo Amazônico. Tudo isso para o bem e a vida de seus povos e comunidades, e para caminhar mais juntos pelo Reino”.

Medite por alguns momentos neste pedido inicial, busque a calma interior para entrar neste momento para navegar pelas águas da Amazônia e a vida da Igreja a serviço de seus povos e comunidades, e para ouvir o chamado de Deus através de sua palavra viva.

Leitura do dia (cada um e cada uma são convidados a aprofundar a leitura completa de acordo com suas próprias necessidades e critérios):

“Naqueles dias, o Senhor falou comigo nestes termos: Tu, porém, cinge-te com o teu cinto e levanta-te para dizer-lhes tudo quanto te ordenar. Não temas a presença deles; senão, eu te aterrorizarei à vista deles; quanto a mim, desde hoje, faço de ti uma fortaleza, coluna de ferro e muro de bronze, erguido) diante de toda nação, diante dos reis de Judá e seus chefes, diante de seus sacerdotes e de todo o povo da nação. Eles te combaterão, mas não conseguirão vencer-te, porque estou contigo, para livrar-te” – oráculo do Senhor.” Jeremias 1, 17-19

Reflexão sob a perspectiva do Sínodo Amazônico:

Neste Sínodo amazônico, e na profunda incerteza do momento presente devido à crise ecológica e aos sinais da morte cotidiana que muitos dos povos vivem aqui neste território, nós colocamos toda a nossa esperança em Vós para que o teu reino venha e destrua tudo aquilo que oprime. Escutamos as tuas palavras e reconhecemos o teu chama do que também nos vem da vida dos povos e comunidades, e lá encontramos a coragem de saber que a força vem somente e unicamente de Vós. Sentimos nas poucas, mas muito ruidosas resistências internas e externas, o convite a contar que se esta é a vossa obra e a vossa vontade, aí estarás para nos acompanhar e dar-se-á o fruto desejado: conversão pastoral, conversão ecológica e conversão sinodal.

CONTEMPLAÇÃO

Contemplemos a imagem deste dia e tomemos um momento para reconhecer nossa própria vida e experiência na Igreja e ao serviço da Amazônia para pedir luz nesta palavra de Deus em preparação para o Sínodo. Escrever meus pedidos particulares e permanecer neles durante este dia. Convidamos você a manter um registro de tudo o que o Espírito nos provoca como preparação interior para o Sínodo AMAZÔNICO.

Citação para fechar a meditação:

INSTRUMENTUM LABORIS, 34
Mediante a força do Espírito Santo, e identificada com esta história de cruz e ressurreição, a Igreja quer aprender, dialogar e responder com esperança e alegria aos sinais dos tempos junto aos povos da Amazônia. Esperemos que tal aprendizagem, diálogo e corresponsabilidade possam estender se também a todos os recantos do planeta que aspiram à plenitude integral da vida em todos os sentidos. Acreditamos que este kairós da Amazônia, como tempo de Deus, convoca e provoca, e é um tempo de graça e libertação, de memória e de conversão, de desafios e de esperança.

Deixe seu comentário