Dia Nacional da Filantropia celebra trabalho de mais de 9 mil instituições

 
 
 

O Brasil com mais dignidade e amparo social – este é o legado que se quer celebrar neste dia 20 de outubro, Dia Nacional da Filantropia. A data, escolhida pela FONIF – Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas, quer ressaltar o trabalho das mais de 9 mil instituições presentes no nosso país.

De Norte a Sul do Brasil, estas instituições garantem educação, saúde e assistência social gratuita e de qualidade, além de gerar emprego e renda para milhões de brasileiros, movimentam a economia nacional e gerando ampla inclusão no contexto social do país.

A Rede ICM de Educação e Assistência Social é uma instituição filantrópica reconhecida e atestada pelos órgãos oficiais. Há mais de 100 anos, a Rede, através de suas unidades, muitas delas também centenárias, favorecem “a acolhida e a educação de crianças, adolescentes e jovens, garantindo um processo formativo integral e inovador, que possibilita o desenvolvimento do senso crítico, da ética, da solidariedade e da cidadania”, conforme descreve sue posicionamento estratégico.

Mesmo enfrentando dificuldades e/ou adversidades, as instituições filantrópicas mantêm suas portas abertas para oferecer serviços essenciais onde até mesmo os governos não conseguem chegar e promover o bem estar social das pessoas que mais precisam. Não é à toa que muitos colégios, hospitais e obra sociais são as grandes referências nas cidades e Estados de serviços eficientes e eficazes para o nosso povo.

Apesar de celebrar a data especial, o Dia Nacional da Filantropia ainda não foi reconhecido pelo governo como uma data do calendário oficial do país. Para Custódio Pereira, presidente do FONIF, o reconhecimento da data é um reconhecimento da sociedade: “Nossas entidades beneficiam todos os anos mais de 160 milhões de pessoas com atendimentos gratuitos nas áreas de saúde, educação e assistência social. Precisamos ter o reconhecimento, dar visibilidade e valorizar este setor, que tanto faz pela população brasileira”, disse Pereira.

Mesmo assim, as entidades filantrópicas celebram a data e todo benefício oferecido ao povo brasileiro que encontra em nossos espaços a esperança e a solidariedade necessárias para o bem viver.

 

Por: Magnus Regis – comunicacao@icm-sec.org.br

Deixe seu comentário