Irmã Maria Freire e a presença ICM no Sínodo da Amazônia: “Deus olhar para a Congregação no contexto de tantos desafios”

 
 
 

Queridas Irmãs da Província Nossa Senhora de Guadalupe.

Estamos vivendo um momento muito feliz, e de gratidão a Trindade Santa, na Província Nossa Senhora de Guadalupe! O que nos alegra é a notícia que nos chega, alvissareiramente: a Irmã Roselei Bertoldo foi nomeada, pelo Papa Francisco, como auditora, para participar do “Sínodo Para Amazônia”, a realizar-se em Roma, nos dias 06 a 27 de outubro 2019. A Irmã Roselei é assessora da REPAM – Brasil, no Regional Norte 1 da CNBB. A mesma tem insistido no fortalecimento do eixo fronteiras, da Rede Eclesial Pan-Amazônica. O “Sínodo Amazônia: Novos Caminhos para a Igreja e para uma Ecologia Integral provoca um deslocamento nas dimensões paradigmáticas, metodológicas, conceituais da realização de Sínodos na Igreja.

O pontificado do Papa Francisco apresenta uma mudança de paradigma. Esse dado revela uma perspectiva eclesiológica, que põe no centro uma Igreja em saída. Há toda uma dimensão sinfônica e uma circularidade cadenciada, onde orbitam os sacramentos, ministérios, carismas e serviços, numa construção arquitetônica das partes, na relação com todo e o todo com as partes. A ecologia integral aparece como um novo paradigma de justiça; onde os pobres serão e são sempre os mais prejudicados com o desequilíbrio que afeta o planeta; uma ecologia que integra os elementos específicos, que o ser humano ocupa no mundo, e suas relações, na interculturalidade e inculturação.

Nessa perspectiva é que se realiza o “Sínodo para Amazônia”, de esperança adentro, mergulhando na complexidade das mais variadas comunidades indígenas e ribeirinhas, que espalham sons diversos, e cores múltiplas, no que constitui o grande corpo amazônico. Nesse corpo estão os mais afetados: crianças, mulheres e jovens que sofrem, desde o abuso e exploração sexual, ao ser peça de tráfico humano. A Irmã Roselei juntamente com sua Comunidade constituída pelas Irmãs Eurides, Santina, Odete e a formanda Laila, têm-se empenhado na luta e defesa da vida, como Irmã do Imaculado Coração de Maria, nos espaços de Missão, desde a CRB, a CLAR, a CNBB (REPAM), a Rede um Grito pela Vida, até os interiores da Amazônia brasileira, como presença missionária efetiva, no enfretamento contra o tráfico humano. Nos dias 9 a 11 de abril 2019, a Irmã participou, em Roma, de uma Conferência Internacional sobre “Orientações Pastorais sobre o tráfico humano”, onde foi cumprimentada e encorajada pelo Papa Francisco a continuar sua ação missionária. Portanto, reconhecendo seu trabalho, e certo de sua contribuição na escuta autêntica, na Sala Sinodal e nos bastidores do Sínodo, onde a mulher com sua audácia e ousadia sabe costurar e tecer fios de solidariedade e comunhão, é que o Papa nomeia a Irmã Roselei Bertoldo.

Para nós, Irmãs do Imaculado Coração de Maria, a notícia nos faz exultar de alegria no Espírito, pois é uma forma de Deus olhar para a Congregação, no contexto de tantos desafios. A participação de Irmã Roselei nos coloca num patamar de visibilidade eclesial, no reconhecimento da contribuição e relevância para a Igreja e na Igreja. O Concílio Vaticano II, já fez o diferencial na história da Igreja, chamando 23 mulheres auditoras para dentro da aula conciliar. Fora das assembleias, as comissões conciliares pediam-lhes pareceres e elas puderam transmitir os seus pontos de vista, sugestões e observações. Eram auditoras, sem direito à Palavra, na Sala Conciliar, mas nos bastidores, contribuíram “para a formulação de textos que chegaram à composição dos documentos conciliares”. Certamente, a Irmã Roselei, juntamente com suas colegas auditoras, saberão olhar com olhos de águia e pensar com coração, com sensibilidade e razão femininas.

Querida Irmã, com você nos alegramos e, no dinamismo da Ruah divina, afinamos o violino, numa canção ao Jesus Cristo Ressuscitado, e a Deus Pai e Mãe, um hino de louvor no mais alto do céu e no mais baixo da terra! Vá. Estaremos em sintonia, seja parte da Orquestra Sinodal, afine seu violoncelo com o todo, e cante uma melodia amazônica, com o jeito ICM de ser! Estaremos em Oração. Nosso abraço Sinodal, com braços de Irmãs do Imaculado Coração de Maria.

Irmã Maria Freire da Silva
Coordenadora Provincial e Conselho!

Deixe seu comentário