Irmã Roselei Bertoldo descreve sua participação em intercambio bíblico na Alemanha

 
 
 
Em mensagem enviada ao Site das Irmãs do Imaculado Coração de Maria, Irmã Roselei Bertoldo, da Província de Teresina, partilha com todas/os a experiência de participar de um intercâmbio bíblico na Alemanha. O Encontro reuniu 34 pessoas de 17 países de diversas denominações cristãs com o objetivo de  "ler a bíblia com os olhos dos outros".

Para Irmã Roselei, a experiência é mais do que válida: “Ter esta visão global do mundo é uma riqueza infinita. Tenho um novo olhar para as culturas e as religiões”, destacou.
Veja o relato:

 

Internacional Bible – Workshop 
Workshop Internacional da Biblia.
Fran March 29 th to april 2 and 2011.
Neustadt, Alemanha.
 
"De fato todos vocês são filhos de Deus pela fé em Jesus Cristo" Gl 3,26

 
Partilho com todas e todos, a minha participação no intercâmbio bíblico que aconteceu em Neustadt,  na Alemanha. O seminário teve como objetivo partilhar as experiências vivenciadas durante o ano de 2010 com os grupos de intercambio, aprofundando o testemunho da fé em um mundo plural.

Durante o ano de 2010, 70 grupos ecumênicos dos cinco continentes realizaram um intercambio com estudo de textos bíblicos. Duplas dos grupos participantes escolheram os textos bíblicos para estudar e aprofundar, a partir do método da África do Sul. Cada texto estudado, os representantes dos grupos faziam uma síntese e partilhavam com o grupo de intercâmbio. Foi uma experiência muito rica, pois possibilitou ler os textos, tendo presente a dimensão intercultural, ou seja,  "ler a bíblia com os olhos dos outros".

O seminário Internacional foi fruto deste intercambio. Participaram 34 pessoas, 17 vindas dos 5 continente: Gana, Índia Indonésia, Japão, Líbano, Estados Unidos, África do Sul, Coréia do Sul e Brasil. Também participaram 17 dos grupos de diversas cidades da Alemanha. Todos os/as participantes eram de igrejas cristas.

Caminho percorrido durante o seminário

Os participantes chegaram à Alemanha com dois dias de antecedência ao seminário. Estiveram presente nas comunidades dos grupos de intercambio para participarem de um momento celebrativo na "Paróquia". A celebração aconteceu no domingo dia 28 de março.

Dia 29 de março, realizou-se a abertura do seminário com acolhida de todos os países. A Acolhida foi feita com uma belíssima celebração marcada pela simbologia de esperança que cada país trouxe. A primeira tarde foi de acolhida e integração dos participantes e introdução à temática e, também, de  como vivermos nossa fé num mundo plural, o respeito as culturas e o modo de cada um viver sua fé.

Em grupos, foi partilhada a aprendizagem intercultural a partir dos textos do Êxodo 15 e de Ruth. Depois da socialização dos trabalhos em grupo, foram aprofundados alguns elementos fundamentais na experiência intercultural como, por exemplo, as questões;

Com que olhar vejo a outra cultura – povo – País?

Quais as molduras que colocamos, definimos?

Quais a verdades da fé? É só uma?

Temos de ter presente que a percepção da realidade depende de onde estou, de que a atitude do/a outro/a não é pior nem melhor, porém, diferente. Por isso a necessidade de respeitar o que é diferente, muitas vezes estranho a nós.
No dia 31 de março, tivemos a oportunidade de viajar para a cidade de Mannheim, com o objetivo de visitar uma sinagoga e uma mesquita. Como síntese do intercâmbio e dos dias de aprofundamento, recolhemos os frutos deste  processo de leitura da Bíblia.

O último dia o seminário foi aberto a outras pessoas das comunidades da Alemanha. No primeiro momento estudamos o texto de Gálatas 3,25 -29 e, logo em seguida, o aprofundamos com três perspectivas: a intercultural e gênero, a teológica e a intereligiosa. Depois, houve a socialização de duas experiências de intercambio no Brasil e do Japão. Na parte da tarde, a Teóloga Barbara Kohlstruck fez a apresentação da nova tradução da Bíblia. The Bible in a just language – Bíblia Justa. 

O Encontro foi concluído com uma grande celebração marcada pela simbologia dos frutos colhidos. 

Para mim foi uma experiência única em participar deste seminário. Destaco alguns elementos significativos que mexeram muito comigo:

– A dimensão ecumênica: Éramos 34 pessoas de religiões e expressões de fé diferente que tinham o mesmo objetivo: compartilhar a palavra de Deus, tendo como principio o respeito as diferentes culturas.

– A vivencia da espiritualidade nas diferentes culturas: O seminário foi perpassado por momentos fortes de orações, motivadas por cada país, na parte da manha, meio dia e a tarde.

– Respeito pela expressão da fé em cada cultura; a construção da paz e da justiça a partir da diversidade religiosa dos países,

– Partilha e comunhão da realidade do Japão.

Ter esta visão global do mundo é uma riqueza infinita. Tenho um novo olhar para as culturas e as religiões, o que não é possível entender com palavras, o coração silencia.

Irmã Roselei Bertoldo

Deixe seu comentário