Irmãs participam do 16º Grito dos(as) Excluídos(as) 2010: Onde estão nossos direitos?

 
 
 

Além dos desfiles cívico-militar, característicos da data, o feriado de 7 de Setembro também é o dia do Grito dos/as Excluídos/as que, em 2010, chegou a sua 16ª edição com o tema: Vida em primeiro lugar: Onde estão nossos direitos? Vamos às ruas para construir um projeto popular.

O evento é uma realização de sindicatos, Igrejas e movimentos sociais para provocar na sociedade uma reflexão sobre a estrutura social excludente do país.  Neste ano, paralelo ao evento, também aconteceu mobilização do Plebiscito Popular pelo Limite da Propriedade da Terra em defesa dos que não tem acesso a terra e pela soberania alimentar do povo brasileiro.

A Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria e os leigos/as apóiam a causa participando do Ato público em cidades como Teresina (PI), Fortaleza (CE) e em Porto Alegre (RS).

“A concentração de renda, em particular a concentração da terra no País é  a causa raiz das inúmeras desigualdades sociais e econômicas geradoras de exclusão social,  fome  e morte. A partir de um compromisso evangélico com a justiça social afirmando que um limite para a propriedade é condição para uma nova ordem econômica a serviço da vida. Nós como Irmãs do Imaculado Coração de Maria, solidárias na defesa e promoção da vida, apoiamos esta causa”, disse Irmã Eurides Alves de Oliveira.

Em Porto Alegre, a mobilização aconteceu com concentração no Mercado Púbico e seguiu com marcha até a Avenida Perimetral, onde acontecia o desfile cívico-militar. As ruas foram tomadas pelos integrantes da Caminhada que, denunciavam as mais diferentes formas de exclusão social.

Deixe seu comentário