Irmãs participam do 1º Encontro Nacional dos s Povos e 1ª Romaria do Cerrado

 
 
 

Nos dias 17 a 30 de setembro de 2017, as Irmãs Maria Janete Rodrigues da Silva (Com. Josimo Tavares, São Sebastião do Tocantins), Dema Maria Sulzbach (Araguaína-TO) e Celina Lóh (Aparecida de Goiânia-GO), participaram do 1º Encontro dos Povos e 1ª Romaria do Cerrado, realizado em Balsas-MA.

O encontro teve como tema: “Cerrado, os Povos gritam por água e território livres”, e como lema: “Bendita és tu, Mãe Água, que nasces e corres no coração do Cerrado, alimentando a vida”.

O encontro contou com mais de 600 participantes, que vivenciaram momentos fortes de partilha, debates, cânticos, danças, rezas, revelação das forças e das rebeldias na esperança de afastar o mal e reconstruir a vida.

“Houve momentos fortes de denúncia do Estado Capitalista que, por meio do agronegócio e das mineradoras, provocam injustiças e violência no campo e nas periferias urbanas; repúdio a política agrária e agrícola do Estado brasileiro, que vem criando condições para o sacrifício total da natureza, destruindo o pouco que resta do cerrado e dos povos. Também foi repudiado o uso do agrotóxico, a disseminação dos transgênicos e o desejo sagrado pela agroecologia, que deixa a mata em pé, produzindo flores e frutos abundantes e toda biodiversidade de uma vida digna garantida” disse a Irmã Janete Rodrigues.

O encontro foi finalizado com uma grande romaria que contou a presença de bispos, padre, religiosas e religiosos. Cerca de cinco mil pessoas percorreram as ruas da cidade para denunciar e gritar o sonho de uma vida em abundância, costurando o sonho e a esperança que jamais podem parar.

Foram dias de fortalecimento da fé e da esperança que, apesar de todas as mazelas do país, ainda há povo e organizações que acreditam e lutam. Nessa luta há certeza da presença do Deus da Vida que jamais abandona seu povo.

Deixe seu comentário