Província de São Paulo realiza Assembleia de Encerramento

 
 
 

No intuito de revitalizar a missão, a Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria, num processo de reflexão e estudo concretiza  a Reconfiguração Congregacional. Neste sentido, a decisão é suprimir as cinco Províncias atuais e criar duas novas. Após quase dois anos de preparativos, decidimos encerrar as cinco províncias e fundar a Província Maria, Mãe de Deus, com sede em Caxias do Sul – RS, e a Província Nossa Senhora de Guadalupe, com sede na cidade de São Paulo – SP.

Sob o tema do XIX Capítulo Geral da Congregação: “Irmãs do Imaculado Coração de Maria, em comunidades Solidárias, enviadas a testemunhar a Justiça e a Profecia do Reino de Deus”, as Irmãs da Província de São Paulo realizaram sua Assembleia no dia 25 de outubro de 2014.

Estiveram reunidas 56 Irmãs, em clima de alegria e esperança, para celebrar uma nova etapa da Reconfiguração da Congregação: a cessação da Província Dulcíssimo Menino Jesus, com Sede em São Paulo, e a preparação para integrar um novo espaço de missão que vai intitular-se Província nossa Senhora de Guadalupe. Esta nova Província integrará as Províncias de Teresina e São Paulo e as Comunidades de Manaus, Brasília, Mato Grosso, Haiti, Bolívia e Venezuela.

Este dia não é de tristeza, apesar de ser o encerramento de uma Província da Congregação que durante 62 tornou presente o nome e o Carisma de Bárbara Maix nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, alargando-se para Paraná e Goiás. Este é um dia de Ação de Graças, por tudo que realizaram as Irmãs que nos antecederam e por todo o bem que ainda realizamos as que formamos hoje esta Província.

“A SS. Trindade iniciou a Obra da Fundação e há de completa-la” (BM10.02.1872), cabe a nós hoje, descobrir a melhor forma de organização  para que esta “Fundação” que já ultrapassa163 anos prossiga pelos séculos vindouros, manifestando por toda a parte o Evangelho de Jesus e espalhando o Projeto de Deus. Este é o compromisso das Irmãs que agora formam esta Congregação. As exigências e a forma de distribuição das tarefas na sociedade mudam através dos tempos. Daí a necessidade de escolher a melhor forma de continuar a missão proposta pela Bem Aventurada Bárbara Maix.

A Assembleia aconteceu no Centro de formação Sagrada Família, em São Paulo. N abertura,  a Coordenadora Provincial Irmã Ernilda Souza do Nascimento, saudou as participantes convocando-as a prosseguir o caminho e, retomando os slogans que animaram a Vida religiosa nos últimos anos assim se expressou: “…estamos encerrando uma Província e entrando em outra dimensão nominal e geográfica da Congregação – a Província Nossa Senhora de Guadalupe. Estamos agindo em um “tempo favorável” e somos não só “testemunhas destas coisas” como, também protagonistas. E nesse contexto somos, mais uma vez convocadas pelo Evangelho, pela Bem aventurada Bárbara Maix à levar em frente a missão de transformar caos em Reino de Deus.

Irmã Marlise Hendges, usando a palavra diz de sua “alegria e gratidão em participar deste encontro que é um marco na vida da Congregação, pois relembra as maravilhas que Deus operou nestes 62 anos nesta Província, através das Irmãs que nela atuaram e que ainda atuam”. E convida as Irmãs a estarem com o “coração e a mente abertos para acolher valores e experiências vivenciadas pelas Irmãs nas outras Províncias”.

A avaliação das atividades do Triênio, na Província transcorreu de forma dinâmica e participativa, onde cada Conselheira explanou sobre o trabalho desenvolvido no setor.

As Irmãs do Regional Goiás e Paraná apresentaram, de forma criativa, uma retrospectiva do trabalho das Irmãs nestes 62 anos de Província. Trazendo à memória das participantes, não só a ação missionária das Irmãs e comunidades, como a caracterização da resposta dada a cada momento histórico eclesial e social.

Encerrando o momento de memória Irmã Marlise Hendges, diretora Geral, deu a sua palavra final agradecendo a todas as Irmãs e ao Conselho pela acolhida e carinho, pela participação nas programações promovidas pela Congregação pelo Espírito de pertença e pelo testemunho de consagrada que cada uma vive no dia-a-dia. E, conclui com as Palavras de Paulo aos Tessalonicenses: “Por favor, Irmãs, consolem-se mutuamente e ajudem-se umas às outras a crescer, como aliás vocês já estão fazendo. Encorajem as tímidas, sustentem as fracas e sejam pacientes com todas. Cuidem que ninguém retribua o mal com o mal, mas procurem sempre o bem umas das outras. Estejam sempre alegres, rezem sem cessar. Deem graças em todas as circunstâncias, porque esta é a vontade de Deusa respeito de vocês em Jesus Cristo. Não extingam o Espírito, não desprezem as profecias;  examinem tudo e fiquem com o que é bom. Fiquem longe de toda espécie de mal. Que o próprio Deus da paz conceda a vocês a plena santidade. Quem chamou vocês é fiel e realizará tudo isto.”

A celebração Eucarística presidida pelo Pe José Bizon foi o momento de coroamento da Assembleia, onde numa reflexão tranquila e profunda o presidente da celebração nos convocou a fazer memória de todos as pessoas e situações que fizeram parte desta história.

Encerrando, vivenciamos um belo momento de confraternização e alegria onde não faltaram salgadinhos, sorvetes e sucos. Agradecemos a todas que se desdobraram para que este momento fosse o que foi : um momento de louvor!

“Louvai a Deus e a sua misericórdia” foi o refrão mais cantado neste evento.

Ir. Ernilda de Souza do Nascimento
Pela Equipe

Deixe seu comentário