SEC é reeleita para integrar o Conselho da Criança e Adolescente do RS

 
 
 

Na vanguarda da luta pelo cumprimento dos Direitos da Criança e Adolescentes no Rio Grande do Sul, a Congregação das  Irmãs do Imaculado Coração de Maria, através da Sociedade Educação e Caridade (SEC), foi reeleita para integrar o Conselho Estadual dos Direitos da Crianças e Adolescentes (CEDICA-RS). O Conselho passou por eleições e renovação de conselheiros. A solenidade de posse aconteceu na terça-feira, dia 31 de maio, na Assembléia Legislativa do Estado.


Para representar a SEC, foram indicadas e eleitas as Assistentes Sociais Rosemari Fernandes Clemoni (Conselheira Titular) e Simone Maria Pedott Romanenco (Conselheira Suplente). Rosemari Fernandes é colaboradora do Instituto Providência, em  Porto Alegre, e Simone Maria é Assistente Social da SEC.


Ao todo, 22 órgãos governamentais  e entidades da Sociedade Civil compõem o conselho de forma paritária: 11 conselheiros/as de órgãos públicos e outros 11 conselheiros/as da Sociedade. A escolha dos representantes da Sociedade civil é feita por meio de eleição,tendo direito a voto, as entidades que compõem o CEDICA. No último pleito, a SEC foi reeleita para o segundo mandato em virtude do trabalho feito em defesada Criança e Adolescente.


“O Conselho é responsável pelo controle social das políticas públicas voltadas para as crianças e adolescentes, presta assessoria aos conselhos municipais ao mesmo tempo em que acompanha a aplicação destas políticas públicas”, destaca Simone Maria.


Junto com a apresentação dos conselheiros/as do CEDICA, também foi empossada a nova presidente do Conselho, Marcia Herbertz. Em sua primeira fala como presidente, ela destacou o trabalho feito pelo conselho: “Todo o trabalho tem sentido  quando se consegue atender a crianças, quando se consegue fazer as deliberações chegarem ao dia-a-dia da realidade” disse.


Desde a fundadora, a Bem-Aventurada Bárbara Maix, a Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria assumiu e continua levando a efeito o compromisso com a defesa dos direitos das crianças e adolescentes na valorização dos seus direitos, favorecendo uma vida plena edigna.

Deixe seu comentário