Seminário de Missão reuniu Irmãs, leigos e leigas em Porto Alegre

Pensar a vivência do ‘Ser ICM’ a partir da missão – foi com este sentimento que transcorreu o Seminário de Missão das comunidades do Setor Geral da Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria, realizado entre os dias 12 e 14 de setembro, em Porto Alegre/RS. O encontro ficou ainda mais especial com a presença e participação ativa de seis leigos e leigas ICM que integram o grupo de Porto Alegre.



O encontro teve como tema: “Vida religiosa Consagrada profético-missionária em defesa da vida”,  como lema: “Nossa missão é grande!” e o foi guiado pelo objetivo:  “Participar do Seminário da missão, como oportunidade de confrontar nossa prática, nos diferentes espaços de missão, com o Projeto de Jesus, revigorando nosso ardor missionário, no compromisso com a defesa e promoção da vida”.



Um jantar de integração abriu a programação do evento noite do dia 12. Durante a  abertura do Seminário, Diretora Geral, Irmã Marlise Hendges, destacou a oportunidade  como um ‘impulso’ para que a missão vá ainda mais além.



A programação contou ainda com agendas externas com visitas missionárias a realidades de missão  da Congregação de de outras entidades sociais. Foram visitados os seguintes locais: COPERMAC – Cooperativa de Reciclagem de Papel, em Canoas, composta apenas por mulheres; Projeto Social Bárbara Maix – Morro Santana, Porto Alegre;  Grupo de Mães e Voluntárias – Ilha da Pintada (artesanato, geração de renda); Fonte Colombo- Centro de Promoção da Pessoa Soropositiva, em Porto Alegre; e o grupo Mulheres da Paz – Canoas (Grupo de Mulheres trabalham na superação da violência); Penitenciária Feminina – Madre Pelletier, em Porto Alegre.



Além das visitas, também foram oportunizados momentos de estudos do tema, assessorados pelo religioso xaveriado Padre Estêvão Raschietti.



O encontro foi além do que se propôs a cumprir. Desde o seu primeiro momento, o seminário interpelou-nos a olhar a missão que fazemos, ao que somos desafiados e a abrir-se para outros espaços onde os apelos da missão não são ouvidos.

 

Deixe seu comentário